Não se preocupe com o espirro reverso!

Não se preocupe com o espirro reverso!

O espirro reverso é um sintoma que pode dar um susto e tanto nos tutores que não sabem o que é isso.

À primeira vista, parece que o cão está se engasgando ou tendo um ataque. Mas não há nada com o que se preocupar, pois não prejudica de nenhuma forma o peludinho!

Como o nome indica, o espirro reverso é um espirro “para dentro”, pois o ar é puxado para dentro do nariz do pet, ao invés de ser expelido para fora.

Ele geralmente acontece quando há um corpo estranho no organismo, como poeira, na região da garganta, laringe ou faringe.

Quando o espirro reverso está para acontecer, o pet age de uma maneira bem peculiar e estranha, o que causa preocupação aos tutores desavisados.

  • Entre os sintomas e comportamentos estão:
  • Corpo fica totalmente parado, com as patas afastadas e os olhos arregalados;
  • O pescoço fica esticado para cima e o corpo parece tenso;
  • Começa a puxar ar com força e rapidamente;
  • Faz barulhos altos e estranhos, como se estivesse roncando ou se engasgando.

Por mais que seja estranha e desconfortável de se assistir, essa é a forma natural que os nossos patudos têm de por para fora o que quer que esteja incomodando.

Não há muito o que fazer, mas é possível massagear a garganta do cão levemente ou o estimular a tomar água, para ajudar. Mas pode ter certeza que em alguns minutos ele já estará bem!

No entanto, sempre reforçamos que é bom ficar de olho no pet.

Se parecer que o espirro reverso está demorando demais e o cão não volta ao normal, pode ser algum problema mais grave.

Geralmente, os sintomas duram por até dois minutos. Mais do que isso, é melhor ir verificar se o pet não está realmente se engasgando.

Dê uma olhada nas gengiva. Se elas estiverem meio roxas, leve-o prontamente ao veterinário.

E perceba também com que frequência esses espirros acontecem.

De vez em quando é normal, mas se é algo constante… Tem problema aí.

Não hesite em levá-lo a um profissional para fazer uma inspeção completa para detectar o que está acontecendo com o seu cãopanheiro!

No Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *